Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Bem vindo querido outono!

Querido outono,

 

Já sinto a tua falta. Gosto muito do calor mas já me está a fazer falta as tuas temperaturas... ah e as tuas lindas cores... e frutos... e o pisar as folhas das árvores caídas no chão... e o vento que convida as folhas a dançar a valsa...

 

Por estes motivos todos, vem, vem depressa. Aqui te espero de braços abertos e com um chá aromático entre mãos...

 

O tempo passa a correr!

Faz hoje 12 anos que eu comprei a minha casa. O tempo passa a correr, como se fosse areia a escapar-se por entre os dedos.

Parece que foi ontem. Uma casa em segunda mão que nos deu muito trabalho para a colocar em condições, muitos sacrifícios para a rechear e, acima, de tudo, para a pagar.

Mas que o meu castelo altaneiro seja sempre um lugar de refúgio e de felicidade!

E foi isto professor?

Grande =)"#=$(="(%$...!

Na reunião do início do ano lectivo com o instituto para quem trabalho, foi-nos dado a conhecer uma série de novidades para o corrente ano.  Foi-nos dito que tinha sido muito difícil o instituto manter a parceria com a câmara da minha cidade, não me tinha ocorrido o porquê, e que deixaria de haver AECs como educação física ou Educação musical e até Educação pela Arte. Só me lembrei dos meus colegas que iriam para ao desemprego. Caiu-me tudo ao chão.

 

Eu já sabia que as AECs tinham sido alteradas mas desconhecia que já havia um despacho. Ou eu ando muito cega, ou não vivo neste planeta ou ando na ignorância total pois não tinha lido e nem ouvido falar de tal despacho!

 

Na minha escola nova - mas onde já estive há alguns anos atrás - temos até actividades diversificadas! Continua a Educação física e Educação musical, o inglês e ainda Danças!!! Actividade que eu ainda não tinha visto nas escolas públicas. E nao bastando uma, até há duas professoras! Certamente existirão mais actividades que eu ainda não "descobri" pois a escola é grande.

 

Ainda diz este gajo que foi professor... só na cabeça dele, concerteza. Se ficaram de fora tantos professores da escola públic de fora, temos de agradecer a este energúmeno o desemprego de tantos colegas das AECs. Isto é inaceitável!

Regresso à vida.

 

Considero o dia de hoje como um novo ponto de partida. Regressei à vida, regressei às aulas, turmas novas, escola nova e a feitura de "reset" a mim própria.

 

Preciso deste recomeço - e que seja efectivo - em muitas coisas da minha vida. Preciso de respirar livremente, com plenos pulmões para que tudo aquilo que me tem impedido de o fazer seja expelido definitivamente.

 

Preciso que os deuses, o universo e as forças positivas conspirem a meu favor, pois os obstáculos constantes e as rasteiras traiçoeiras já são mais do que suficientes. 

 

Preciso que cheguem até mim as boas notícias, a alegria e a felicidade. Tudo o resto, dispenso!

 

 

(Tenho andado meio afastada do blog porque tenho estado a passar por algumas situações complicadas. Acabei por ficar aqui caladinha, atrás dos bastidores...)

Boas notícias.

Comecei a achar estranho e a pensar que o caso, se calhar, estava mal parado. Por esta altura, o ano passado, já estava tudo tratado, tudo orientado para o arranque.
Mandei mails para aqui e para ali e ninguém me sabia dar uma resposta concreta ou não me respondiam. Confesso que comecei a ficar um bocadinho preocupada pois o tempo estava a passar mas ainda não era tarde de mais.
Hoje recebo a boa notícia. Mas com uma pequena "sombra negra". Finalmente, enviaram-me o meu horário mas com menos duas horas por semana. Fiquei um bocadinho desapontada e a fazer contas de cabeça. É que menos duas horas era um grande impacto no meu micro ordenado.
Mandei um mail a perguntar se o meu horário era só mesmo aquelas horas, responderam-me que não, que tinha as tais duas horas que faltavam mas que a página do mail não me deixou ver.
Fiquei numa escola onde já estive e foi a escola que mais gostei até hoje. A directora é a mesma e suponho que as auxiliares e algumas das professoras também. Adorei dar lá aulas e sei que também gostaram muito de mim. 
Espero que este ano seja muito melhor do que o ano lectivo passado. {#emotions_dlg.sarcastic}

Só falta espetar uma faca no coração.

Não há dor maior do que aquela provocada pela pessoa que supostamente nos ama.

Espero que os vossos parceiros vos ponham em primeiro lugar sempre e que vocês estejam sempre acima do seu péssimo feitio e de ódios de estimação.

Garanto-vos que se eles não fizerem isso, a dor inflingida é como se vos tivessem arrancado o coração.

Não há mágoa maior e nem tristeza mais profunda.